24
JAN
2019

Museu da Cidade de Governador Valadares é tema de dissertação do Mestrado em Educação

Museu da CidadeNo dia 22 à tarde, o diretor do Museu da Cidade, Josmar Coelho, recebeu a visita do recém-titulado mestre em educação Lucinei Pereira da Silva e da professora doutora Lana Mara de Castro Siman. Silva defendeu no final de 2018 a dissertação “Sentidos que Emergem da relação dos Professores de História com o Museu da Cidade de Governador Valadares/MG”, apresentada ao programa de pós-graduação em educação da Universidade do Estado de Minas (UEMG), em Belo Horizonte. O mestre e sua ex-orientadora estiveram no museu para entregar formalmente uma cópia do trabalho, que passa a integrar o acervo bibliográfico do Museu da Cidade.

“Nesta pesquisa, parto do suposto de que os museus representam um espaço de conhecimentos, de sentidos e de sensibilidades que têm o potencial de contribuir significativamente para o ensino de história, seja representando um caminho aberto para o estudo das memórias coletivas e sociais, seja para estimular a curiosidade dos alunos e desenvolver novas sensibilidades”, explica Silva, que aponta a conclusão a que chegou: “Inferimos nesta investigação que as relações estabelecidas entre os professores e o Museu da Cidade se deram, sobretudo, por via de seu trabalho docente e que os sentidos construídos por meio dessas relações partiram principalmente de provocações e incentivos da Secretaria Municipal de Educação, através de projetos e formações.”

MuseuSobre a importância dos museus para a educação, a professora Lana Castro, que também é valadarense, comenta: “Os museus de cidade (em relação aos grandes museus nacionais) têm uma importância muito grande porque estão mais próximos do cidadão; contam histórias que ele, a família ou os amigos viveram. Esses museus, tendo uma narrativa que atraia e instigue, que problematize a história, trazem um sentimento de pertencimento que tem uma potência muito grande. Os museus de cidade são muito importantes tanto para a população geral quanto para a população escolar (que, como sabemos, são os mais frequentes) – além de poderem se aproximar de todos os setores da sociedade mais facilmente.”

“É motivo de muito orgulho para nós receber essa dissertação, para cuja elaboração o nosso museu foi tão importante. Isso significa que o museu tem história e que essa história está disponível a todos os interessados – o Museu da Cidade é fonte de pesquisa, seja bibliográfica, seja dos objetos do acervo e estamos de portas abertas para receber outros pesquisadores”, observa Josmar Coelho.

 

Serviço

O Museu da Cidade fica na rua Prudente de Morais, 711, Centro. Funciona de segunda a sexta, das 8 às 18h, e, aos sábados, das 8 às 13h. É aberto a todos e recebe visitas guiadas (grupos de estudantes, instituições, entidades etc.) com agendamento prévio pelo telefone 3271.8560. Doações podem ser feitas desde que o objeto/peça tenha uma história para contar.

Fonte: http://www.valadares.mg.gov.br/detalhe-da-materia/info/museu-da-cidade-e-tema-de-dissertacao-de-mestrado/86071

Fotos: Silvana Soares